sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Pequenas Cidades Universitárias do estado de São Paulo I.

No senso comum estamos habituados a nos referirmos à uma cidade que possui muitas instituições de ensino superior (Faculdades, Universidades, Centros Universitários, Centros Tecnológicos, etc) como sendo uma Cidade Universitária.
Ao tentar procurar na rede (Internet) por uma definição para essas cidades percebi que o termo (Cidade Universitária) é mais usado para designar as instalações, normalmente dentro de uma Universidade, de complexos acadêmicos, de lazer, parques, ruas, etc.; que intergram uma Universidade ou um Centro Universitário.
Na insistência e de uso da Wikipédia notei que alguns artigos sobre cidades dão a elas a condição de Cidades Universitárias. Esses são os casos constatados por mim: São José do Rio Preto-SP, Ituverava-SP (Wikipédia) e Itaúna (Cidades de Minas 7 e Rotary). Se prosseguisse com certeza encontraria outras alusões a tal categoria, as quais consideram algumas cidades com sendo - Cidades Universitárias.
Apesar de não encontrar uma definição formal não podemos negar que cidades como São José dos Campos, Campinas, São Carlos, São Paulo, Rio de Janeiro; dentre tantas outras, são Cidades Universitárias. Arrisco em dizer que, qualquer pessoa do Brasil com um pouco de contato com a cultura acadêmica e/ou iniversitária saberia identificar essas cidades como tais e não discordadia.
Depois dessa observação, quero estreiar [1] o conceito de Cidades Universitárias, que a partir dos posts que pretendo publicar aqui será o seguinte: - cidades que possuem uma ou mais instituições de ensino superiror que atende, além da população local, outras pessoas vindas de outras cidades ou regiões. Pronto! Feito isso, ou seja, conceituando especificamente, agora vou dar a contribuição divulgando aqui aquelas cidades que não figuram entre as mais conhecidas nessa categoria. Cidades muitas vezes com pouca população (de preferência procurarei as menores) do interior, com uma "pequena" faculdade mas que é frequentada por um público regional considerável.

Começarei com Monte Aprazível, que se o caro leitor analisar bem o blog perceberá o motivo.

Monte Aprazível.
Localizada na região de São José do Rio Preto, dista dessa cidade 37 Km e da capital 477 Km, a cidade possui 21.015 (IBGE, 2009) é cortada pela rodovia Rodovia Feliciano Sales Cunha SP-310. Seu PIB per capita é de 18.359 reais (IBGE, 2006) e seu IDH é 0,808 - 123º lugar (Prefeitura Municipal, 2000).
Monte Aprazível possui a:

Faculdade de Educação Ciências e Artes "Dom Bosco" de Monte Aprazível.
A instituição existe desde a década de 1940, era um colégio internato e externato sobre comando do Pe. José Nunes Dias. Em 1973, tornou-se faculdade e encerrou suas atividades em educação básica. Atualmente funcionam em conjunto a Faculdade e o Colégio Dom Bosco.
Possui os seguintes cursos:

Pedagogia;
Geografia;
História;
Ciências Biológicas;
Ciências Contábeis;
Adminstração;
Direito;
Letras;
Matemática.



Destaca-se pelo corpo docente qualificado, possui laboratórios de: Línguas, Biologia, Física, Química e Informática. Possui ampla biblioteca com vários títulos. Localizada num ambiente em contato com a natureza há uma capela dentro das dependências da Faculdade, seus corredores convidam-nos ao diálogo e reflexões.Recebe estudantes de muitas localidades: da região de São José do Rio Preto, da Região de Araçatuba e da região de Barretos são os que mais se constata. Os universitários são atraídos pela qualidade no ensino - 3º lugar dentre as 10 melhores da região - e pelas mensalidades acessíveis. Estratégias que a instituição vem praticando há tempo e ganhou a confiança e o reconhecimento do público.

Fontes:
http://www.faeca.com.br/
http://www.monteaprazivel.sp.gov.br/default.asp

Lins
Localizada na região de Marília com população de 73.183 habitantes (IBGE,2009) seu PIB per capita é de 13.173 (IBGE).
Possui as seguintes instituiçãoes de ensino superior.

UNILINS Centro Universitário de Lins.
A UNILINS teve seu credenciamento aprovado por Decreto Presidencial, assinado pelo então Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, em 4 de maio de 2001, publicado no Diário Oficial da União em 07 de maio de 2001. Sua instalação pela mantenedora aconteceu em 13 de setembro de 2001.
A ênfase da UNILINS são os curso de Engenharia, onde pode-se encontrar as seguintes engenharias:

Ambiental;
Automação e Controle Mecatrônico;
Computação;
Eletrônica;
Civil.
Além das Engenharias possui curso de:
Administração;
Enfermagem:
Secratariado Executivo.

UNISALESIANO (Centro Universitário Católico Salesiano Auxiliim)
Histórico
"O Colégio Diocesano foi fundado em 1929, com o nome de Colégio São Luiz. Em 1931 foi instalada a Faculdade de Comércio de Lins, anexa ao Colégio.Em 1940, já sob a direção do Bispado de Cafelândia, foi adquirido pelo Bispo Diocesano, Dom Henrique Mourão, passando a denominar-se ginásio Diocesano de Lins. Para serem diretores, Dom Henrique convidou o Pe. Osvaldo Vieira de Andrade e Pe. José Nunes.No dia 18 de janeiro de 1942, a Diocese transferiu a Direção do Colégio para a Missão Salesiana de Mato Grosso, com sede em Campo Grande.Em 1950, o Colégio Diocesano de Lins passou a denominar-se Colégio Salesiano Dom Henrique e a Escola Técnica de Comércio chamou-se Escola Técnica de Comércio Salesiano Dom Henrique." (http://www.salesianolins.br/)

Oferece os seguintes cursos:

Administração;
Ciências Contábeis;
Educação Física (licenciatura e bacharelado);
Enfermagem;
História;
Matemática;
Química (licenciatura e bacharelado);
Biologia;
Desenvolvimento de Sistemas para Internet;
Letras;
Fisioterapia;
Pedagogia;
Terapia Ocupacional.

Percebam uma certa correspondência entre a Faculdade "Dom Bosco" de Monte Aprazível e essa instituição, acontece que ambas tem fundamentos salesianos, uma das maiores redes de ensino - diga-se até onde eu sei - do mundo. Daí existir várias instituições com o nome Dom Bosco e Salesianos. Ao que indica, o Pe. Nunes, idealizador da Dom Bosco, participou da direção da UNISALESIANOS de Lins.

Fontes:

Santa Fé do Sul
Localizada no noroeste de São Paulo na macro-região de São José do Rio Preto é beneficiada pela sua localização. Próxima da divisa dos estados de São Paulo - Mato Grosso do Sul - Goiás e Minas Gerais, possui nas suas proximidades grandes rios que são procurados para esportes aquáticos, veraneio e pesca, cortada por importante rodovia e pela Ferroban, está próxima a ponte rodoferroviária que liga os estados de São Paulo com Mato Grosso do Sul. Sua população é de 29.192 (IBGE, 2009) com PIB per capita de 12.280 reais (IBGE, 2006).
Em Santa Fé do Sul está a:
FUNEC (Faculdades Intergradas de Santa Fé do Sul).
A instituição oferece os seguintes cursos:

Administração
Pedagogia
Educação Física
Odontologia
Fisioterapia
Matemática
Letras
Direito
Serviço Social
Técnico em Enfermagem
Turismo
Psicologia
Nutição
Análise e Desenvolvimento de Sistemas
Produção Sucroalcooleira

"Sendo que 70% dos seus 3.000 alunos são oriundos de outras cidades e estados. Funciona também nas Fisa a Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati) com mais de mil alunos com idade acima de 45 anos." (http://www1.santafedosul.sp.gov.br/conheca.php )

Fontes secundárias pesquisadas:
Nota. [1] Não achei na internet um conceito como o elaborado por mim, não encontrar não significa que não existe. A "exclusividade" é no sentido de usar o conceito atribuido por mim, nos posts que pretendo publicar.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...