quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A cidade que o dilúvio destruíu - Ur.

Localização de Ur. Crédito: Portal São Francisco.
Antiga cidade da Mesopotâmia, segundo a bíblia onde nasceu Abraão, Ur pode ter sido o local de onde surgiu o mito do dilúvio.
Ur controlava o comércio no rio Eufrates, quem descesse o rio com a intenção de chegar a Eridu próxima a saída para o Golfo Pérsico teria que passar por Ur. Posição muito estratégica.
Pode ter havido gente em Ur por volta de 6.000 a.C. o que a colocaria em boa disputa com Jericó para ser a cidade mais antiga do mundo. Com certeza, em 5.000 a.C. ali já havia uma cidade e por volta de 4.000 a.C. o mesmo rio que lhe conferiu projeção e destaque foi responsável por uma das maiores inundações da história da humanidade. Talvez seja essa grande inundação que a bíblia chamou de dilúvio. Em escavações arqueológicas no local constata-se uma camada de barro de três metros de altura.
Apesar da grande inundação a cidade voltou a dominar o cenário por vota de 2.500 a.C., consta que ela pode ter chegado a 100 mil habitantes, número expressivo para a época. Mas o destino da histórica cidade haveria de ser traçado pelo próprio Eufrates. Se outrora foi a proximidade como o rio que lhe imprimiu uma destruição agora foi a mudança de curso do mesmo que fez com que a cidade entrasse em decadência. Acompanhem comigo como Schneider escreve sobre o episódio:
"Nos últimos séculos antes da época de tansição, decaiu a cidade, outrora resplandescente, por ter o Eufrates modificado o seu curso e a obstrução pela areia do Golfo Pérsico, que ainda hoje prossegue, tornando a costa cada vez mais distante." (SCHNEIDER, s/d.p.14)
Atualmente o Eufrates está a 15 Km de onde estava a cidade. Onde em épocas floresceu Ur hoje há uma estação de trem na aldeia de Mugajjar no Iraque.
Referência:
SCHNEIDER, Wolf. De Babilônia a Brasília. [trad. Guttorm Hanssen] 2 ed. São Paulo: Boa Leitura, (?).
Obs.: manifestamos altas considerações pelo cristianismo e a bíblia, porém aqui haverá de permanecer fundamentos estritamente científicos. Para os quais o dilúvio, como entendido na bíblia, é impossível.

4 comentários:

Carlos Cartaxo disse...

qu acabei de ver agora, dezembro de 2012, uma exposição na Caixa Fórum em Barcelona que comprova o que é citado aqui.

Anônimo disse...

Quem foi que disse que o dilúvio foi um mito.... A vinda de Jesus para muitos também é um mito !!!! Eita Deus !!!! Eu creio na Bíblia ela é a verdade !!!!

vantagensbrasil disse...

Não esperem lógicas nas coisas que Deus faz,lógica é coisa de homem.

o próprio Cristo fez alusão ao dilúvio, agora, se alguém não crê em JESUS, não se necessita de falar mais nada!

Arimateia Santos disse...

DEUS TRASNFORMA AS COISAS QUE SÃO EM COIISAS QUE NAO SAO E VI-VERSA.PORTASNTO P/ ENTENDER OS MSTERIOS DE DEUS TEM QUE TER FÉ.POIS A BIIBLIA É ESPIRITUAL E O HOMEM EM SEU ESTADO CARNAL E LOGICO NAO ENTENDE. ANALISE POREM A BIBLIA E VEJA QUE ELA TODA NAO TEM LOGICA HUMANA POREM, TUDOQUE NELA ESTAR ESCRITO ACONTECEU E A CIENCIA COMPROVOU E TEM CASOS QUE A CIENCIA JAMAIS COONSEGUIRÁ EXPLICAR...DEUS EXISTE ....GLÓRIA E MAJESTADE E TODO PODER A ELE. A RAÇA E MENTE HUMANA É MUITO LIMITADA E PEQUENINA. DEUS VER A TERRA POR COMPLETO NOS POREM APENAS PEQUENAS COISAS Q ESTAO A NOSSA FRENTE A POUCOS METROS DE DISTANCIA...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...