quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Cidades que surgiram em ilhas fluviais e lacustres.

Veneza. Crédito: Bairro Ipiranga.
"A ilha parece ter um lugar especial na imaginação do homem. Ao contrário da floresta tropical ou da praia, ela não pode reivindicar abundância ecológica nem - como meio ambiente - teve uma grande significância na evolução do homem. A sua importância reside no reino da imaginação. No mundo, muitas cosmogonias começam com o caos aquático: quando a terra emerge, necessariamente é um ilha." (TUAN, 1980.p.135).
Além dessa visão de Yi-fu Tuan, a ilha também é um excelente local fortificado para se construir uma cidade, um bom exemplo é Paris, que a partir do século XII, passou a ser capital da França.
Muitas cidade surgiram em ilhas fluviais, dentre elas fizemos uma relação que segue abaixo.

Paris - França. Numa ilha do rio Sena, Ile de la Cité;
Berlin - Alemanha. Ilha de Koeln no rio Spree;
Estocolmo - Suécia. Em três ilhas do lago Maelar;
Siracusa - Sicilía (Itália). Ilha de Ortigia [neste caso uma ilha contental].
São Petesburgo - Rússia. Sobre um grupo de ilhas na desembocadura do rio Neva;
Veneza - Itália. Até hoje a cidade está em cima de ilhas;
Nova Iorque - Estados Unidos. Na ilha de Manhattan, no rio Hudson e rio East;
Montreal - Canadá. Em ilha homônima do rio São Lourenço;
Cidade do México - México. Numa das ilhas do lago Texcoco;
Cingapura - Cingapura. Constituida por aproximadamente 63 ilhas [podem ser consideradas ilhas continentais fluviais].

Fontes:
TUAN, Yi-fu. Topofilia.São Paulo: Difel, 1980.
SCHNEIDER, Wolf. De Babilônia a Brasília. [trad. Guttorm Hanssen] 2 ed. São Paulo: Boa Leitura, s/d.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...